Carmen Costa

[av_one_half first]
[av_image src=’http://davidnascimento.pt/wp/wp-content/uploads/2014/02/Carmen-Costa-e1394631958295-256×300.jpg’ attachment=’314′ align=’center’ animation=’no-animation’ link=” target=”]
[/av_one_half]

[av_one_half]
[av_textblock ]

 

carmen costa

Relações Públicas

 
[/av_textblock]
[/av_one_half]

[av_hr class=’big’ height=’50’ shadow=’no-shadow’ position=’center’]

[av_textblock ]
O coaching surgiu na minha vida por mero acaso, mas contribuiu decisivamente para a minha forma de olhar o meu próprio mundo. O termo não me era estranho, mas só conheci verdadeiramente o conceito através do coach David Nascimento. Decidi fazer coaching aparentemente por mera curiosidade, mas no fundo buscava alguma orientação, algumas respostas. O David não mas deu, mas ajudou-me a encontrá-las (sim, as respostas que buscamos estão dentro de nós).

 

Trabalhamos em conjunto ao longo de dez sessões. Na primeira, que durou cerca de duas horas saí extremamente rosada (quem me conhece, sabe que é raríssimo) não sei se por causa do candeeiro que estava sob mesa, ou por ter estado o tempo todo a falar, a falar sobre mim. Adoro comunicar, conversar, mas, confesso, que tenho alguma dificuldade em exprimir os meus sentimentos, anseios, pensamentos.

 

E, neste dia, e nos que se seguiram tive de ultrapassar esta fraqueza. Consegui, pois as sessões duravam sempre mais tempo do que aquilo que estava predefinido! Nem sempre tinha na ponta da língua resposta para as questões colocadas pelo David. Ia para casa refletir e foi assim que, gradualmente, fui me conhecendo melhor.

 

O David ajudou-me a descobrir os meus próprios valores, a elencar os meus objetivos e a saborear a vida. Ao identificar os meus valores, tornou-se mais fácil definir o caminho a seguir com vista a alcançar os meus objetivos. Alguns já foram concretizados e celebrados. Mas, continuo diariamente a trabalhar para alcançar outros.

 

Após o coaching, passei a olhar o meu mundo de maneira diferente. Aprendi a focar a minha atenção nos aspetos positivos, quer das pessoas, quer dos próprios factos, e decidi ser um agente mais ativo na minha própria vida: ter uma palavra a dizer sobre tudo o que acontece na minha vida. Não quero passar ao lado da minha própria vida!”

Carmen
[/av_textblock]

[av_font_icon icon=’ue80b’ font=’entypo-fontello’ style=’border’ caption=’voltar aos testemunhos’ link=’manually,http://davidnascimento.pt/wp/testemunhos/’ linktarget=” color=” size=’50px’ position=’center’][/av_font_icon]

Deixe um comentário